• Anderson Pinto

Autoconhecimento - Inteligência Emocional e PNL

Olá,


Dando continuidade aos pontos que conversamos na live sobre “Como a PNL pode ser uma aliada para aumentar a sua inteligência emocional”?


Que ocorreu no dia 14 de maio de 2020, das 18 horas até as 19:15, quando estive na sala digital da Escola de Negócios da Saint Paul, junto com os professores André Nardy e Victor Bacchi.



Nesse post vamos tratar do autoconhecimento emocional.


Para trabalhar o autoconhecimento sob a ótica da inteligência emocional existem várias ferramentas e técnicas que permitem entender como processamos as informações e tomamos a decisões.


Podemos citar:

· O indicador de personalidade de Myers-Briggs (MBTI);

· O Barret Personal Value Assessment (PVA) para conhecer seus valores;

· O StrenghtsFinder

· O DISC


Acredito que todas as ferramentas e técnicas da PNL contribuem para o autoconhecimento, pois primeiro você usa para trabalhar a si mesmo e depois para que possa ajudar outras pessoas.


Podemos pensar essa situação como o procedimento de segurança quando viajamos de avião, onde a aeromoça avisa que cairão máscaras de oxigênio e que devemos colocar antes de ajudar outra pessoa. Porque se você não colocar a sua máscara de oxigênio, você pode desmaiar e com isso não conseguirá ajudar a outras pessoas.


Na PNL funciona da mesma forma quando mais eu me conheço mais poderei ajudar outras pessoas.


Para trabalhamos o autoconhecimento é importante entendermos como é nosso funcionamento interno e como aprendemos.


Aprendemos através das informações que chamamos de eventos externos e captamos essas informações através dos nossos canais:

  • Visuais

  • Auditivos

  • Cinestésicos (Tato, Paladar e Cheiro)

Nós aprendemos pelos três (03) canais, contudo existe um canal predominante ao reconhecer o canal predominante fica mais fácil entender como aprendo melhor.


Para descobrir o seu canal predominante observe quais são os tipos de palavras que você utiliza com mais frequência, quando você escreve, fala e pensa.


Exemplo:

  • Visual – bonito, ver, revelar, imagem, iluminar e outros.

  • Auditivas – ritmo, volume, tom, ouvir, cantar, ecoar.

  • Cinestésicas – doce, leve, sentir, suave, trocar, agradável.


Também é possível perceber pelos movimentos dos olhos.


As informações que foram captadas pelos seus canais de aprendizado serão processadas internamente em nossos cérebros.


Neste processamento utilizamos:


Omissões – é o processo pelo qual dirigimos nossa atenção de maneira seletiva para alguns aspectos da nossa experiência e omitimos outros.


Exemplos de Omissões que ocorrem na nossa comunicação:

  • Eu estou confuso. (Confuso em relação a que?)

  • Isso me chateia (O que te chateia?)

  • O outro é melhor (Melhor do que o quê? Ou comparado com quem?)

Distorção – é o processo que mudamos a nossa experiência. Deixando mais agradável ou não.


Exemplos de Distorções que ocorrem na nossa comunicação:

  • Planejamento é perda de tempo. (É perda de tempo para quem?)

  • Meu chefe não gosta de mim. (Como você sabe?)

  • Ele me faz ficar zangado. (O que ele fez para você ficar zangado?)

Generalizações – é quando consideramos um só exemplo ou experiência representativas de todo um grupo.


Exemplos de Generalizações que ocorrem na nossa comunicação:


  • Ninguém me entende. (Ninguém?)

  • Eu não posso falar o que penso. (O que aconteceria se você falasse?)

  • Eu não devo mostrar os meus sentimentos. (O que impede)

Além desses fatores apresentados temos outros que contribuem no processamento interno que são nossas crenças, valores, objetivos e o nosso estado emocional interno no momento que processamos as informações.



A PNL pode nos ajudar a entender e compreender melhor a nossa comunicação utilizando o Metamodelo de linguagem.


O Metamodelo é um conjunto de perguntas que permite reunir informações mais especificas da experiência a fim de conseguir uma melhor representação da experiência que foi vivenciada.


Outro aspecto que a PNL me ajudou muito foi ser mais flexível.


A flexibilidade me ajuda entender se o que eu estou fazendo não está funcionando, preciso fazer algo diferente.


Permite sermos mais abertos, aprendermos mais, entender como as coisas funcionam, adaptar-se as mudanças.


Nos dias atuais desafiadores de isolamento social que estamos vivendo novas forma de se relacionar, trabalhar e viver estão sendo implementadas e para nos adaptar a essa nova configuração precisamos trabalhar a flexibilidade.


Para desenvolver a nossa flexibilidade temos que entender como funcionamos, quais são os padrões comportamentais predominantes e utilizarmos novos padrões de comportamentos, pois se queremos algo novo, temos que fazer algo novo ou diferente.


Falando mais um pouco sobre flexibilidade uma dica é prestar atenção como está a nossa comunicação interna.


Pois muitas vezes utilizamos frases com a seguinte estrutura:

  • Eu tenho que acordar cedo;

  • Eu tenho que ir à academia;

  • Eu tenho que estudar;

Ao utilizar esse padrão de frase parece que tudo o que você faz é uma obrigação e ao pensar como uma obrigação dar um sentimento não muito bom.


Agora se você modifica a sua frase para:

  • Eu escolho ir na academia;

  • Eu escolho estudar; e

  • Eu escolho acordar cedo;

O estilo de frase dá um sentimento de liberdade, pois você escolheu fazer tal atividade e se olharmos de forma mais ampla o resultado da nossa vida tem ligação direta com as nossas escolhas.


Espero que tenha aproveitado esse segundo post no qual falamos sobre algumas das ferramentas da Inteligência Emocional e da PNL que podem ser utilizadas para trabalhar o autoconhecimento.


Se o texto foi útil para você e acredita que outras pessoas possam aproveitar fique à vontade para compartilhar.


Forte Abraço!!!



Anderson Pinto

Professor | Coach de Carreira | Assessor de Investimento | Sócio da ASP – Coaching & Consulting e da Manhattan Investimentos.

#VocêPodeMaiseMuitoMais

#FocoAçãoTransfromação

#2020aindamaisextraordinário

Conteúdos Relacionados:


Mais informações sobre Anderson Pinto:

https://www.andersonpintocoach.com/more-about-me

https://www.andersonpintocoach.com/depoimento

#estratégia #coach #coaching #mentor #metas #foco #liderança #crescimento #treinamento #vencer #pnl #ação #transformação #realização #mindset #pensamentos #sentimentos #resultados #respostas #liderança #estratégia #gestão #modelo #pensador #desafios #sonhogrande #emoção #inteligência #inteligênciaemocional

31 visualizações
Contatos

São Paulo - Brasil 

​Celular: 11-99469-7485​

E-mail: anderson.sil.pinto@gmail.com

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon

fale com o anderson

© 2017 by Anderson Pinto. Proudly created with Wix.com